André Prando - Discografia


André Prando é um músico/compositor nascido no Espírito Santo que tem ganhado espaço no cenário da música independente com um trabalho bem pisado no rock que explorando diferentes vertentes musicais, expressando sua identidade através de letras com forte cunho poético que estimulam a racionalidade e sensibilidade. Prando transpõe o campo musical buscando referências no cotidiano, literatura e na poética do que chama da “beleza do feio”. Com voz e identidade marcante, chama atenção por sua performance visceral no palco.
 
Estranho Sutil, seu novo álbum, preenche o vão sugerido em seu primeiro disco, mostrando a que veio com uma estética híbrida. Lançado em abril de 2015, o disco de 10 faixas, gravado no estúdio Torre Inc (Vitória/ES), com produção musical de Rodolfo Simor, traz músicas de uma leva mais antiga do compositor e músicas inéditas. A nova sonoridade explora uma linha psicodélica que sugere a percepção de temáticas do cotidiano e introspecções existenciais, fazendo poesia do oculto e do real, colocando-os como um só. Estranho Sutil reforça o discurso da “beleza do feio” e o “estranho”. O disco conta com 8 composições de Prando, uma composição de Augusto Debbané - Vestido cor maçã - e uma música inédita de Sérgio Sampaio da década de 70 - Última Esperança.
 
O site Musicombo chama Estranho Sutil de "um disco com lampejos de Raulzito e músicas que não se faz nos dias de hoje"; já o portal Radio Ibiza diz que "o álbum não é de fácil entendimento do público, mas quem consegue alcançar sua beleza, pode ficar maravilhado"; e o já notório site Brasileírissimos acrescenta: "Sabe aquele disco que você escuta por uma semana seguida sem parar? Pronto. Foi isso que fiz ao me deparar com a obra. A sonoridade do álbum vai por uma linha psicodélica, introspectiva e que nos faz refletir sobre várias temáticas do cotidiano".
 
Junto ao lançamento do disco, foi produzido um clipe da canção “Última esperança”, INÉDITA de Sérgio Sampaio. A música foi baseada na história do catastrófico incêndio do Edifício Joelma (SP) em 74. O clipe, produzido pelo Expurgação (ES), chama atenção pelos efeitos especiais misturando ironias, horror e surrealismo.
 
Em 2011 Prando venceu o V Festival Prato da Casa (ES), realizado pela Rádio Universitária ES, com a música “Inverso ano luz”. Canção que em 2012 rendeu ao músico a classificação no projeto “Catálogo da Música do Espírito Santo” organizado pelo SebraeES. Ainda em 2012, além das apresentações frequentes na Grande Vitória, destacou-se no III Festival Tarde no Bairro de Santa Teresa/ES e em 2013, com voto popular, foi selecionado para o Festival MULtipliQUI, Muqui/ES, 2014.
 
Em 2013, André firmou parceria com outros músicos e articuladores, participando do disco Singular Plural II com uma composição em parceria com Aroldo Sampaio; também se fez presente nos CDS Coletâneas Tarde no Bairro 2012 e 2013, organizadas pelo coletivo artístico Assédio Coletivo; e ainda participou do tributo brasileiro ao renomado músico John Frusciante, Songs to Cover When We're Lonely - A Brazilian fans tribute to John Frusciante, lançado pelo site Universo Frusciante.
 
Em 2014, com o lançamento do Vão, iniciou-se um circuito de shows que apresentou ao público o novo momento do compositor. Com sua equipe/banda formada pelos músicos: Wanderson Lopez, Bruno Massa, Henrique Paoli. Prando fez shows marcantes no Intercâmbio Cultural Giramundo - Pedra da Cebola, EREA – Itaúnas, Tenda Cutural UFES – 60 anos, Red Bull Break Time Sessions, I Festival Multipliqui, Festival Tarde no Bairro - Parque Moscoso, Viradão Cultural de Vitória - abrindo o show de Zeca Baleiro, entre outros. Além dos shows, o EP rendeu uma vasta lista de resenhas, críticas e entrevistas no ES e em mídia nacional. Encerrando o ano de 2014, seu show na ocupação cultural Fábrica Lab Infinitas teve destaque em citação ao lado de SILVA e Rodrigo Amarante.
 
2015 foi o ano de lançamento do disco Estranho Sutil, produzido por Rodolfo Simor (guitarrista conhecido por acompanhar o músico SILVA e banda Solana), que passou a compor também parte da banda de Prando. O show de lançamento do disco no Teatro da Ufes (Vitória/ES) impressionou com a lotação dos 650 lugares deixando muita gente ainda de fora do teatro, deixando uma promessa de ótimos frutos com a nova fase. O novo show, mais enérgico a cada apresentação, circulou nas principais casas de show da cidade natal de Prando, algumas cidades do interior do ES e impressionou em sua primeira performance em SP, pela Mostra Cultural do conceituado site Brasileirísismos. O disco Estranho Sutil está em fase de circulação e é cada vez mais bem recebido pela crítica e calorosamente pelo público crescente que se identifica com sua música. (Texto: Site Oficial).
 
 

Discografia
 
Senha dos arquivos: brrock

 
Vão (2014) [EP]
01. A Ponte 2
02. O Verme Ama
03. Sol do Meu Violão
04. Bem Ou Mal



Estranho Sutil (2015)
01. Inverso Ano Luz
02. Amiga Vagabunda
03. Linha Torta
04. Circo dos Palhaços Dixavadamente Imorais
05. O Brother
06. Alto Lá
07. Devaneio
08. Choro Plebeu
09. Vestido Cor Maçã
10. Última Esperança



Senha dos arquivos: brrock


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.