Bike - Discografia


O músico e produtor Julito Cavalcante gosta de colocar a cabeça pra trabalhar. Desde a extinta The Vain, passou pela banda Sin Ayuda, formou o duo Negative Mantras e, recentemente, assumiu um dos baixos do Macaco Bong - que acaba de lançar seu Macumba Afrocimética. Junto com a tour do disco, Julito vai mostrar o primeiro projeto solo: “1943", um fruto de suas experiências com alucinógenos.

A psicodelia do álbum já começa pelo nome, uma homenagem ao Dr. Albert Hoffman, que criou o LSD em abril de 1943 e deu uma volta de bicicleta ao tomar a primeira grande dose. É também uma homenagem a uma canção de Syd Barret, uma das inspirações musicais para o disco. “Mas tem Pond, Walter Franco, Jards Macalé…Ou pode ser um passeio entre o ‘Verão do Amor’, do Greatful Dead, e o obscuro psych britânico de ‘Piper at Gates Dawn’, do Pink Floyd”, diz Julito. Viagem conduzida por referências a descobertas lisérgicas, à cosmologia de Carl Sagan e as teorias dos Deuses Astronautas de Erich von Daniken. (Texto: Estúdio Show Livre)



Em Busca da Viagem Eterna

BIKE é uma banda que entende de estrada: pelas mais de 50 cidades de 15 estados por onde passou, entre festivais de grande porte e shows em pequenas casas, entre sorrisos chapados e olhares curiosos, muita coisa aconteceu. Um público crescente foi se formando com entusiasmo, enquanto o grupo chamava atenção da mídia nacional e internacional - cruzando o hemisfério e ingressando no selo 30th Century Records, do produtor norte americano Danger Mouse, com uma das faixas de 1943, seu disco de estréia.


Sem medo do que os caminhos da vida podem oferecer e guiados por certo sentido de coletividade, a banda retoma as pedaladas com força no lançamento de Em Busca da Viagem Eterna. É o momento de chegar mais longe, a procura pela trip que dure uma eternidade. Naturalmente as faixas foram gravadas entre viagens e as letras acompanharam essas transições pelos estados do país, como podemos sentir em canções como “Enigma dos 12 Sapos”, abordando as dificuldades no caminho inicial da banda. “Do Caos ao Cosmos”, que ganhou clipe com imagens da Índia e Nepal, é outro exemplo do que as viagens - agora, mentais - proporcionam.
Ainda com os pés na psicodelia, mas explorando mais o lado rock (junto aos já reconhecíveis chilling mantras), Em Busca da Viagem Eterna transita entre a primavera dos Secos e Molhados e um verão de Connan Mockasin, entre outono e inverno com Brian Jonestown Massacre ou Alejandro Jodorowsky. Durante a construção do álbum, um processo mais colaborativo também guiou a viagem da BIKE. “Tudo foi feito muito rápido, durante a estrada… Cada um ia mostrando o que ia fazendo e, quando dava, rolavam algumas jams”, diz o guitarrista Diego Xavier. “Testamos coisas novas, muitas vozes e coros, puxando um pouco mais na criação sem perder a essência do primeiro trabalho”, completa. (Texto: Flora Miguel)


 

Discografia
 
1943 (2015)
01. 1943
02. Enigma do Dente Falso
03. Stardust
04. Alucinações e Viagens Astrais
05. Isso/Daquilo
06. Filha do Sol
07. A Vida É Uma Raposa
08. Luz, Som e Dimensão



Em Busca da Viagem Eterna (2017)
01. Enigma Dos Doze Sapos
02. Do Caos Ao Cosmos
03. A Divina Máquina Voadora
04. Terra Em Chamas
05. Transe
06. A Montanha Sagrada
07. Sete Flechas E O Rei Lagarto
08. Psicomagia
09. O Retorno De Saturno



2 comentários:

  1. Boas. Tem algo que coloquei no meu blog por pedido de internauta e acho que você poderia adotar em sua novas postagens, que é informar a qualidade do arquivo. Isso realmente acho bastante.
    Abs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boas... então cara, sinceramente eu não me importo com esse negócio de bitrate, mas sei que tem várias pessoas que prestam atenção nisso. A grande maioria dos arquivos do blog é em 128kbps, vou arrumar um jeito de avisar isso.

      Mas obrigado pelo sugestão! Abraço!!

      Excluir

Tecnologia do Blogger.