Chico Science & Nação Zumbi - Discografia


Nação Zumbi (antes conhecida como Chico Science & Nação Zumbi) é uma banda brasileira de rock, nascida no início da década de 1990, no Recife, capital do estado de Pernambuco, a partir da união do Loustal, banda de rock pós-punk, com o bloco de samba-reggae Lamento Negro, e originalmente chamava-se "Chico Science & Nação Zumbi". O líder e vocalista da banda, o cantor e compositor Chico Science, fundou, junto com a banda Mundo Livre S/A, o movimento Manguebeat.2 Ao lado de bandas como Raimundos e Planet Hemp, foi responsável pela "abertura de portas" para o rock brasileiro dos anos 90, sendo uma das mais influentes bandas brasileiras de todos os tempos. No ano de 1991, em Olinda, aconteceu o primeiro show da banda, com o nome provisório de "Loustal & Lamento Negro", numa festa chamada "Black Planet". Neste mesmo ano, Chico Science e Fred Zero Quatro (do grupo Mundo Livre S/A) escreveram um Release, que acabou virando um manifesto do movimento Manguebeat, o "Manifesto dos Caranguejos com Cérebro", que tem como símbolo, uma antena parabólica colocada na lama, tornando-se assim um dos principais movimentos e banda dos anos 90 no Brasil, lutando por melhorias sociais na vida da população, não só do Recife e do Estado do Pernambuco, mas como de todo cidadão brasileiro. A presença da tecnologia é uma marca do movimento, que engajava-se para a melhor exploração do mangue e alertando a todos que ali encontra-se os Caranguejos com cérebro, sempre antenados.

Francisco de Assis França, mais conhecido pela alcunha de Chico Science (Olinda, 13 de março de 1966 - Recife, 2 de fevereiro de 1997) foi um cantor e compositor recifense, um dos principais colaboradores do movimento Manguebeat em meados da década de 1990. O primeiro líder da banda Chico Science & Nação Zumbi, deixou dois discos gravados: Da Lama ao Caos e Afrociberdelia, tendo sua carreira precocemente abortada por um acidente de carro.

Chico Science participava de grupos de dança e hip hop em Pernambuco no início dos anos 80. No final da década integrou algumas bandas de música como Orla Orbe e Loustal, inspiradas na música soul, no funk e no hip hop. A fusão com os ritmos nordestinos, principalmente o maracatu, veio em 1991, quando Science entrou em contato com o bloco afro Lamento Negro, de Peixinhos, subúrbio de Olinda. Misturou o ritmo da percussão com o som de sua antiga banda e formou o Nação Zumbi. A partir daí o grupo começou a se apresentar em Recife e Olinda e iniciou o “movimento” mangue beat, com direito a manifesto (“Caranguejos com Cérebro”, de Fred 04, da Mundo Livre S/A). Em 1993 uma rápida turnê por São Paulo e Belo Horizonte chamou a atenção da mídia. O primeiro disco, “Da Lama ao Caos”, projetou a banda nacionalmente. O segundo, “Afrociberdelia”, mais pop e eletrônico, confirmou a tendência inovadora de Chico Science e Nação Zumbi, que excursionaram pela Europa e Estados Unidos, onde fizeram sucesso de público e crítica. O Nação Zumbi lançou um CD duplo em 1998, depois da morte do líder, com músicas novas e versões ao vivo remixadas por DJs.

A primeira apresentação foi em 1991, em Olinda, em uma festa chamada “Black Planet”. Neste mesmo ano, Chico Science e Fred Zero Quatro (do grupo Mundo Livre S/A) escreveram um manifesto do movimento Manguebeat, o Manifesto dos Caranguejos com cérebro, que tem como símbolo uma antena parabólica colocada na lama.

Em fevereiro de 1997, Chico Science faleceu devido a um acidente de carro quando viajava de Olinda para Recife. Em seu lugar nos vocais veio Jorge Du Peixe, que já tocava alfaia na banda.

Podemos citar, como bandas relacionadas a Chico Science, as conterrâneas Mundo Livre SA e Bonsucesso Samba Clube, as mais recentes Cordel do Fogo Encantado, Mombojó e Otto, passando por Sepultura (mais especificamente o álbum Roots) e Cássia Eller (intérprete de músicas como Corpo de Lama e Quando a Maré Encher), além da antiga parceira e ainda em atividade: Nação Zumbi.

Em 2007 a banda recebeu homenagem do prêmio Multishow, do canal da Globosat de mesmo nome.

Texto: Wikipédia e Last.fm






Discografia
 
Senha dos arquivos: brrock



Da Lama Ao Caos (1994)
01. Monólogo Ao Pé Do Ouvido
02. Banditismo Por Uma Questão de Classe
03. Rios, Pontes & Overdrives
04. A Cidade / Boa Noite Do Velho Faceta (Amor De Criança)
05. A Praieira
06. Samba Makossa
07. Da Lama Ao Caos
08. Maracatu De Tiro Certeiro
09. Salustiano Song
10. Antene-Se
11. Risoflora
12. Lixo Do Mangue
13. Computadores Fazem Arte
14. Coco Dub (Afrociberdelia)



Afrociberdelia (1996)
01. Mateus Enter
02. O Cidadão do Mundo
03. Etnia
04. Quilombo Groove
05. Macô
06. Um Passeio no Mundo Livre
07. Samba do Lado
08. Maracatu Atômico
09. O Encontro de Isaac Asimov com Santos Dummont no Céu
10. Corpo de Lama
11. Sobremesa
12. Manguetown
13. Um Satélite na Cabeça
14. Baião Ambiental
15. Sangue de Bairro
16. Enquanto o Mundo Explode
17. Interlude Zumbi
18. Criança de Domingo
19. Amor de Muito
20. Samidarish
21. Maracatu Atômico (Atomic Version)
22. Maracatu Atômico (Ragga Mix)
23. Maracatu Atômico (Trip Hop)



CSNZ (1998)
CSNZ: Dia

01. Malungo (Part. Jorge Ben Jor, Fred Zero Quatro, Marcelo Falcão e Marcelo D2)
02. Nos Quintais do Mundo (Mucunã)
03. Protótipo Sambadélico de Mensagem Digital
04. Dubismo
05. Interlude Cien-zia
06. Quilombo Groove (Ao Vivo)
07. Um Satélite na cabeça (Ao Vivo)
08. Pout-Pourri: Lixo no Mangue/Enquanto o Mundo Explode/Da Lama Ao Caos/Refuse-Resist (Ao Vivo)

09. Sobremesa (Ao Vivo)
10. Salustiano Song (Ao Vivo)
11. Samba Makossa (Por Planet Hemp)


CSNZ: Noite

01. Amor de Muito (Remix: Mário Caldato)
02. Banditismo por uma Questão de Classe (Remix: DZCutz)
03. A Cidade (Remix: DJ Soul Slinger)
04. Rios, Pontes e Overdrives (Remix: David Byrne)
05. Macô (Remix: Fila Brazilia)

06. Corpo de Lama (Remix: Apollo 9)
07. Coco Dub (Remix: Mad Professor)
08. O Cidadão do Mundo (Remix: Arto Lindsay)
09. Risoflora (Remix: BiD)
10. Chico - Death of a Rockstar (Por Goldie)



Senha dos arquivos: brrock



Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.